Filmes assistidos em 2010

sábado, 15 de janeiro de 2011

Lista de filmes que assisti em 2010, teve muita coisa boa e muita porcaria:

Tyson

Foi Apenas um Sonho

O Solteirão

Inimigos Públicos

Appaloosa

Tempos de Violência

Mamma Mia

Kill Bill - Vol. 1

Medo da Verdade

Rio Congelado

A Origem

Operação Valquíria

Star Trek

Veronika Decide Morrer

Fatal

Speed Racer

Hudson Hawk - O Falcão Está à Solta

Rocky, Um Lutador

Irina Palm

Se Beber Não Case

A Verdade Nua e Crua

O Ilusionista

Futurama: A Distante e Selvagem Era Verde

Eu Te Amo, Cara

A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça

2012

Scott Pilgrim Contra o Mundo

Rede de Mentiras

Embriagado de Amor

Efeito Dominó

Uma Noite de Amor e Música

Aconteceu em Woodstock

Dragonball Evolution

A Lenda dos Guardiões

Presságio

Noivo Neurótico, Noiva Nervosa

Bezerra de Menezes

Um Homem Bom

Os Delírios de Consumo de Becky Bloom

Uma Equipe Muito Especial

Julie & Julia

Indiana Jones e a Última Cruzada

You Don't Know Jack

Superbad - É Hoje

Homem de Ferro 2

Rocky II

Quebrando a Banca

Um Faz de Conta que Acontece

Preciosa

Anjos e Demônios

>Vôo United 93

Harry e Sally - Feitos Um Para o Outro

Sete Vidas

Cadillac Records

Agente 86 - Bruce e Lloyd Fora de Controle

Hancock

Ilha do Medo

Os Aloprados

The Karate Kid (2010)

O Casamento de Rachel

Quase Irmãos

WALL-E

Agente 86

Alice no País das Maravilhas

Às Margens de um Crime

El Secreto de Sus Ojos

Uma Noite Fora de Série

Morangos Silvestres

Kick-Ass

The Damned United

Shrek Para Sempre

Toy Story 3

Distrito 9

O Livro de Eli

Educação

O Psicólogo

Os Bons Companheiros

Questão de Honra

300

Três Homens em Conflito

Intrigas de Estado

Batman - O Cavaleiro das Trevas

Cabo do Medo

The Cove

Coração Louco

The Goods: Live Hard, Sell Hard

Um Sonho Possível

Um Homem Sério

Shrek

Simplesmente Complicado

Guerra ao Terror

Amor Sem Escalas

Depressão

sábado, 8 de janeiro de 2011

Na falta de coisa melhor pra postar, deixo-os com essa imagem clássica da internet brasileira.

Chegou mais um

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Mais um para a Biblioteca Mulatinho: Sobre Homens e Montanhas, mais um do Jon Krakauer, e após ter lido três dele no ano passado posso dizer que jamais me cansarei de seus livros, pena que são tão poucos.

Lendo. Chegou.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Estou lendo Um Grande Garoto, do Nick Hornby. É bem possível que você tenha assistido ao filme baseado no livro, tinha o Hugh Grant com cabelo cortado e tal. É bem bacana, vale conferir. Quanto ao livro, estou ficando expert no Hornby, trata-se de mais um espécime de sua prosa com um leve toque de sarcasmo, e seus diálogos sempre prontos a mostrar a confusão do pensamento dos personagens. Eu gosto dos diálogos dele porque me parecem bem reais, e não um bando de personagens de novela da Globo declamando discursos pré-decorados. Nos diálogos do Hornby as pessoas não sabem bem o que dizer, voltam atrás no meio de uma frase, parecem comigo.

Quanto ao livro que chegou à Biblioteca Mulatinho, trata-se de Do que Eu Falo Quando Falo de Corrida, do Haruki Murakami. Em uma pequena listinha de leituras que desejo fazer em 2011 consta o Murakami, mas esse aparentemente não é um exemplar de seu realismo fantástico que, confesso, me assustou um pouco nos dois livros dele que li (Kafka a Beira-Mar e Minha Querida Sputnik). Se não aparecer algo irresistível antes, esse deve ser o próximo livro que lerei.

Sobre "O Solteirão"

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Antes de começar o texto, preciso fazer uma confissão: eu gosto do Michael Douglas. Mesmo quando não gosto do filme, a figura dele domina a cena de uma tal forma que os olhos sempre tendem a acompanhá-lo. Deve ser o incomum tom de voz dele e seu jeito de pronunciar as palavras. Fechado esse parêntese, vamos ao texto.

No começo de O Solteirão somos apresentados ao personagem de Douglas, Ben Kalmen, um bem-sucedido empresário do ramo de venda de carros (bem-sucedido ao ponto de ter sido capa da revista Forbes), 6 anos antes do presente. Na iminência de receber más notícias sobre um eletrocardiograma, ele abandona o consultório médico e daí então sua vida degringola.

Já no presente ficamos sabendo que ele perdeu tudo, inclusive esposa, dinheiro, respeito. Sua filha (Jenna Fisher, a Pam de “The Ofice”) e seu neto mantém uma relação difícil com ele. Ao levar a filha de sua namorada atual para uma entrevista de admissão em Harvard eles acabam indo pra cama e daí em diante o pouco que não havia sido destruído começa a ruir.

O filme tem um ritmo calmo, com uma trilha sonora pouco invasiva, aliás, em muitos momentos fica um completo silêncio na tela (outra confissão: gosto de filmes com silêncios).

Temos ainda as sempre marcantes presenças de Danny DeVito (um antigo amigo de 30 anos atrás que Douglas reencontra) e Susan Sarandon (a ex-mulher que se tornou uma bem-sucedida corretora de imóveis), além da deliciosa interação de Ben com Cheston, um estudante de Harvard.

Meu veredicto: trata-se de um ótimo filme, divertido mas com boas pitadas de drama.

Texto originalmente publicado aqui.

Lidos em 2010

domingo, 2 de janeiro de 2011

Para você, leitor curioso, publico abaixo a lista de minhas leituras em 2010. 3 livros a mais que ano passado, o que significa uma evolução, mas quero ler ainda mais em 2011.

1 - O filho eterno - Cristovão Tezza - 03/01/2010

2 - Ba-Vi: uma paixão sem limites - Raphael Carneiro - 04/01/2010

3 - Pesadelos e paisagens noturnas – Vol. 1 - Stephen King - 17/01/2009

4 - O encontro marcado - Fernando Sabino - 26/01/2010

5 - On writing - Stephen King - 28/01/2010

6 - Buick 8 - Stephen King - 22/02/2010

7 - Trocas macabras - Stephen King - 26/03/2010

8 - Pra ser sincero – 123 variações sobre um mesmo tema - Humberto Gessinger - 14/04/2010

9 - We’ll be here for the rest of our lives - Paul Shaffer - 22/04/2010

10 - Like a Rolling Stone – Bob Dylan na encruzilhada - Greil Marcus - 05/05/2010

11 - Pai rico, pai pobre - Robert T. Kiyosaki e Sharon L. Lechter - 24/05/2010

12 - No ar rarefeito - Jon Krakauer - 05/06/2010

13 - Perversão na cidade do jazz - James Lee Burke - 16/06/2010

14 - O turista acidental - Anne Tyler - 01/07/2010

15 - Crônicas saxônicas – Vol. II: O cavaleiro da morte - Bernard Cornwell - 26/08/2010

16 - Crônicas saxônicas – Vol. III: Os senhores do norte - Bernard Cornwell - 02/09/2010

17 - Os homens que odiavam as mulheres - Stieg Larsson - 22/09/2010

18 - Coelho em Crise - John Updike - 06/10/2010

19 - Solar - Ian McEwan - 18/10/2010

20 - Juliet Nua e Crua - Nick Hornby - 22/10/2010

21 - Pela bandeira do paraiso - Jon Krakauer - 31/10/2010

22 - Febre de bola - Nick Hornby - 10/11/2010

23 - O fascinante império de Steve Jobs - Michael Moritz - 19/11/2010

24 - Um Kindle para chamar de meu - Noga Sklar - 23/11/2010

25 - Na natureza selvagem - Jon Krakauer - 20/12/2010

26 - O monge e o executivo - James C. Hunter - 25/12/2010

27 - Frenesi polissilábico - Nick Hornby - 30/12/2010

11

sábado, 1 de janeiro de 2011

Esse é um ano que começa sem grandes expectativas. Mas espere um pouco: eu trabalho num banco, com um público carente pra caramba, tenho uma esposa também carente e 3 filhos ainda mais carentes. Caramba, vai acontecer mais coisa na minha vida neste ano do que com a maioria das pessoas.

FELIZ 2011