GP da Bélgica - Reviravolta

domingo, 7 de setembro de 2008

Hamilton foi punido em 45 segundos por uma suposta manobra antidesportiva ao ultrapassar Raikkonen. Ele cortou a chicane, ultrapassou Kimi ilegalmente e logo devolveu a posição; o problema é que depois de devolver a posição já foi acelerando com tudo e ultrapassando de novo. Na transmissão, Cléber Machado falou que ele "devolveu meia posição", mas não vi dessa forma. Concordo inteiramente com o que disse o Flávio Gomes:

Na tentativa de ultrapassagem, Raikkonen foi duro e não tirou o pé, no que fez muito bem. Hamilton não teve alternativa e, para não bater, cortou a chicane e passou o finlandês. Ato 1 claramente descrito e resolvido.

A partir daí, por ter ganho a posição cortando caminho, Hamilton teria de devolver o lugar. Fez isso. O regulamento não diz se o piloto tem de devolver a posição pedindo desculpas, ajoelhando no milho, deixando o adversário abrir dez carros de diferença, ou implorando o perdão diante do altar. Diz apenas para devolver a posição. Hamilton devolveu. Ato 2 concluído.

Aí começa o ato 3. Era uma reta, Raikkonen estava acelerando, e Hamilton, assim que o adversário passou, fez o mesmo. A partir do momento em que Kimi retoma a posição, a corrida volta ao normal. Claro que Lewis tinha o carro acelerando e tracionado. Mas Raikkonen também tinha. E defendeu a posição como pôde. Foi o maior barato, um dos mais belos momentos do ano. Hamilton, no entanto, estava mais rápido. Passou na La Source, ainda foi tocado, e seguiu em frente. Fim do ato 3.

Enfim, não vi nada demais. Nem esperteza do primeiro, nem ingenuidade do segundo, nem atitude antidesportiva de qualquer um dos dois. Situação de corrida difícil, mas que foi concluída dentro dos conformes, como diria o outro.

Eu não puniria ninguém.


Com isso, Massa herdou a vitória (o inglês caiu para a terceira posição) e está a apenas dois pontos do piloto da McLaren na classificação. Faltam 5 corridas para o fim do campeonato e creio que não tem mais jeito: Kimi vai ser o Rubens Barrichelo do Massa daqui por diante (não o Rubens Barrichelo da Honda, sempre nas últimas posições, mas o Barrichelo fiel escudeiro do Schumacher em 5 títulos mundiais do alemão). Só espero que isso não tire ainda mais a motivação dele, fazendo com que fique sempre bem prá trás e não ajude em nada (se bem que se o Massa fosse campeão dessa forma seria até mais bonito; além disso, que ajuda o Kovalainen tem dado ao Lewis?).

Comments

No response to “GP da Bélgica - Reviravolta”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)