Artificial

domingo, 7 de setembro de 2008

Uma notinha na Máquina do Esporte mostra como são construídos os ícones do esporte de hoje em dia. Ela fala sobre Rafael Nadal e seus patrocinadores:

A idéia das empresas é mostrar que o jovem tenista, de 22 anos, vive uma fase mais madura. O primeiro passo foi dado após o Aberto da Austrália, quando - a pedido dos parceiros comerciais - Nadal abandonou as calças curtas e justas durante as competições, passando à tradicional bermuda usada pelos jogadores ou uma peça mais larga.

Em 2009, o campeão olímpico deixará também as camisetas de cores berrantes e sem mangas, além dos longos cabelos, adotando uma postura semelhante à do ex-número 1 Roger Federer. O suíço, que no início da carreira era adepto do visual despojado, foi transformado em símbolo de jogador clássico.

"Estamos trabalhando essas questões desde o início do ano. Queremos um modelo mais maduro", disse Kilee Hughes, porta-voz da fabricante americana, destacando que a mesma estratégia foi utilizada com André Agassi no fim da década de 1990.

Além da renovação de vestuário, Nadal foi aconselhado a emagrecer e, segundo a imprensa espanhola, tem demostrados gestos mais "finos" que os observados no início de sua carreira.

Comments

No response to “Artificial”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)