Sem cores

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Lembra do Kindle, o mais notável candidato a iPod dos livros. A Super deste mês traz uma resenha do produto, feita por um colaborador brasileiro que reside na Califórnia (uma pena que o site da revista nao permita sequer uma degustação do texto), e ele não ficou muito fã do produto.

Disse o moço que o aparelho tem muitas limitações, como a pobreza do design dos livros (com todas as imagens em preto e branco), o preço - US$400,00 - alto e o tamanho da tela.

Ao final do texto ele menciona - e eu já havia lido algo a respeito antes - que há especulações de que o livro eletrônico será a próxima inovação da Apple (conseguirão eles fazer pela literatura o que fizeram pela música?).

Comments

One response to “Sem cores”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Angélica Liaño disse...

Eu acho difícil...

Eu até usaria para os livros baixados no emule ou aqueles esgotados, mas nada se compara ao livro de papel!

09:43