Não está - Parte II

sábado, 22 de março de 2008

Só porque não gostei muito de Não Estou Lá cruzei com um texto louvando-o. E o texto dá excelentes razões para isso. Serei eu, então, um completo idiota? Em determinado momento o texto dá uma aliviada na minha barra:

É preciso conhecer a história do compositor para entender 70% do filme (no mínimo), e esse é seu único defeito: ter sido feito especialmente para fãs.

Não que neófitos venham a desdenhar “I’m Not There”, pelo contrário, mas é que Todd Haynes pula alucinadamente de uma história para outra carregando nas citações como se estivesse fazendo um documentário, e isso faz com que muito da graça do roteiro funcione como piada interna.


Então combinemos o seguinte: quando eu terminar de ler a biografia, assisto ao filme de novo. Daqui a algumas semanas (a idéia é terminar a biografia do Woody Allen, ler algo não-biografico - ainda a escolher - e aí pegar o livro do Dylan) dou a sentença do novo julgamento.

Comments

No response to “Não está - Parte II”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)