Meu carro, minha cruz

sábado, 22 de setembro de 2007

É tiro e queda: toda vez que ganho um dinheiro a mais, o carro se encarrega de consumí-lo com um monte de consertos. Dessa vez após substituir a gerente por alguns dias e ganhar uma boa graninha extra, eis que no dia do pagamento o carro me fez levá-lo ao mecânico e desde então ele está lá. Cada conserto leva a outro conserto, cada peça consertada leva à descoberta de que outra peça quebrou. Preciso de um carango mais novo e confiável (carro 0km está além de minhas condições financeiras).

Comments

One response to “Meu carro, minha cruz”
Post a Comment | Postar comentários (Atom)

Borges disse...

Se eu morasse em Campos bicicleta seria meu meio de transporte.

23:05