domingo, 26 de setembro de 2004

Ontem pegamos o carro e fomos para a praia, em Grussaí. O mar de lá não é nenhuma maravilha, mas foi um dia de grande paz, de sentar na areia, ao vento, e ouvir apenas o som das ondas quebrando. Não sou o típico rato de praia, que fica o tempo todo dentro d'água, portanto sentei naquele ambiente tranqüilo e fiquei lendo, esquecendo-me de todas as preocupações do dia-a-dia (gata desaparecida, greve, onde vou passar minhas férias, banco, preço do combustível etc. etc.). Nesse período em que o verão ainda não começou Grussaí fica tranqüila, sem agitação, bom para quem, como eu, detesta multidão.

Além de tudo, meu filho enfim conheceu o mar.