terça-feira, 7 de setembro de 2004

Neste perído em que fiquei sem computador, uma revelação veio à tona e agora compartilho-a com vocês, leitores: meu filho é um menino, um garotão, um moleque, um rapaz bacana. Seu nome é Marco Antônio. Senhoras e senhores, por aqui despeço-me com a cara de pai mais babaca do mundo.