quarta-feira, 26 de fevereiro de 2003

Você já leu o livro Máquina de Pinball, da Clarah Averbuck? Bem, eu li e escrevi sobre ele no ivox:

O livro da Clarah Averbuck

Acompanho a Clarah há bastante tempo, lendo seu blog, o Brazileira!Preta (brazileirapreta.blogspot.com). Assim sendo, presenciei todo o seu esforço para publicar este livro, seu primeiro livro (o primeiro - queremos nós, ávidos leitores – de uma série).

O estilo da Clarah é intenso, cheio de angústia, fossa, amor e liberdade. Apesar de tratar-se de um livro de ficção, 90% do que lemos é realidade, aconteceu com ela, Clarah, e não com a protagonista do livro, Camila. Adoro, adoro, adoro ler os escritos da Clarah, e acho que exatamente por isso acabei não me empolgando tanto com o livro. Muita coisa escrita ali, eu já havia lido no blog. Alguns dos trechos realmente de ficção, eu já havia lido em uma coletânea de seus textos. Por isso, ficou com gosto de coisa requentada. Espero que o próximo livro – que já está pronto, chama-se Vida de Gato - seja mais surpreendente para quem a acompanha diariamente.

Mas, mudando-se o referencial, o livro torna-se ótimo. Para você que me lê neste momento e nunca ouviu falar nesta tal de Clarah Averbuck; aí, meu caro, te dou uma sugestão: corra para a livraria mais próxima, compre o Máquina de Pinball (é barato) e leia, degustando cada frase e deliciando-se com o estilo, em uma sentada só (o livro é pequeno).

E aproveito para desejar boa sorte à Clarah neste novo momento de sua vida: ela está grávida (ou, dependo de quando você está lendo este texto, teve um filho).