terça-feira, 18 de fevereiro de 2003

Por falar em filmes, tenho uma ótima sugestão: A Última Ceia. Sério: há muito tempo um filme não me fazia cair de quatro como este fez. Para ser mais preciso, desde Meninos não choram.

É um filme doído (mas não é essa dor clichê da maioria dos filmes hollywoodianos). São tantas frases não ditas, tantas lágrimas que não caem. A história: Hale Berry (que ganhou o Oscar por este papel) é uma garçonete casada e com um filho gordinho. Seu marido está prestes a ser executado no corredor da morte. Um dos agentes penitenciários que o acompanham é Billy Bob Thorton, um branco preconceituoso. O marido é executado e seu filho é atropelado (por acaso, Billy Bob aparece para ajudar).

Os dois iniciam então um complexo relacionamento.

Vejam.