quinta-feira, 6 de junho de 2002

Tá uma droga, sabe? Tudo. Tá tudo uma droga. Lembra do meu apartamentozinho chulé no 15º andar? Então esquece. Não vai acontecer. Tudo porque não tenho uma porra de fiador (na verdade são 2, mas eu só consegui 1 - até meu pai me disse não, o que o colocou no topo da lista de pessoas que mais odeio neste mundo).

Quero beber. Preciso muito beber. Preciso beber muito. Acho que vou levar um caderno para o bar amanhã e tomar chopp e vinho enquanto escrevo. E também vou fumar Lucky Strikes. Se você não sabia que eu fumo, então acabou de saber. Fumo de vez em quando, meio que por fases - há fases em que fumo muito e há fases em que passo semanas sem um trago. Tem quase 1 mês que não ponho um Lucky na boca, mas isso acaba amanhã. As coisas na minha vida sempre vão mudar amanhã.