quinta-feira, 9 de maio de 2002

Tenho medo que não dê certo. Muito medo. Mas tenho que tentar, acho que pode dar certo. E se não der, bem...:

Eu não tenho medo
De sofrer de novo
Se posso aproveitar e ser
Feliz um pouco


Já disse isso aqui 286.541 vezes, mas vou repetir: preciso desesperadamente de alguém. Alguém, saca? E aí eu estava no meio de toda esta carência e ela apareceu. A pessoa certa na hora certa. Me apaixonei na hora.

Eu não acredito em destino. Não acredito em almas gêmeas. Não acredito que exista uma pessoa que esteja destinada a ser minha (e eu dela) pelo resto de nossas vidas. Acredito que a gente deve criar isso, raízes. Poderíamos perfeitamente nunca ter nos conhecido, mas aconteceu, e agora não vou desistir fácil.